Muitos de nós já recorrerem as farmácias quando se está doente para buscar algum alívio para os incômodos, porém existe mais de um tipo de farmácia e pode confundir dependendo de que tipo de medicamento ou serviço você procura.

O que é uma farmácia?

As farmácias são estabelecimentos onde se vendem medicamentos (industrializados ou de manipulação), substâncias para uso terapêutico, produtos, objetos e instrumentos de higiene, toalete e perfumaria.

Porém, a diferença entre cada uma das farmácias tem relação como o tipo de medicamento que é manipulado ou comercializado. Os medicamentos vendidos em farmácias podem ser de origem vegetal ou química. Também varia a função dos fármacos, podendo ser cosmética, homeopática, suplemento alimentar (usado na medicina ortomolecular), entre outras.

Quais são os tipos de farmácias que existem?

Existem alguns tipos existentes, como:

Farmácia de Manipulação

Neste estabelecimento são comercializados medicamentos manipulados, ou seja, preparados em laboratório, por profissional habilitado. Entretanto, para que o medicamento manipulado seja produzido é indispensável a apresentação de uma receita médica. A partir da prescrição médica, a farmácia de manipulação prepara uma fórmula específica, com a dose e quantidades exatas para cada cliente. A farmácia de manipulação se diferencia dos demais tipos por fornecer produtos específicos para seus clientes, além de oferecer um atendimento de qualidade e atencioso e funcionários qualificados.

Farmácia de Fitoterapia

Nesta farmácia são comercializados medicamentos cuja base de preparação são as plantas. Os componentes utilizados na preparação de fitoterápicos podem ser folhas, caules, raízes, flores e sementes de plantas que apresentem efeito farmacológico comprovado. Apesar dos benefícios gerados pelas plantas medicinais, é necessário cuidado no momento da preparação destes medicamentos. Deve-se verificar a qualidade da planta utilizada, bem como a presença das substâncias curativas. Sem o devido controle de qualidade, o medicamento pode representar um perigo ao usuário, por conta de efeitos tóxicos (contaminação por microorganismos ou agrotóxicos).

Farmácia de Homeopatia

A homeopatia busca tratar o paciente de uma forma geral, não tratando apenas de uma doença específica. O princípio desta prática consiste em reequilibrar o organismo humano, uma vez que o surgimento de doenças indica um desequilíbrio. A homeopatia trata tanto doenças fisiológicas (problemas gastrointestinais, ginecológicos, dermatológicos e respiratórios) quanto problemas emocionais. Entretanto, não é aconselhável que pacientes com doenças mais graves, como câncer e AIDS, abandonem o tratamento tradicional.

Farmácia Hospitalar

Os hospitais, sejam da rede pública ou da rede privada, possuem farmácias para fornecimento gratuito de medicamentos industrializados aos pacientes ali atendidos. Ao contrário dos demais tipos de farmácia, as hospitalares não necessitam de autorização para funcionar, uma vez que não comercializam os medicamentos.

Qual a diferença entre as farmácias e as drogarias?

Ainda que ambos vendam medicamentos, existe diferença entre drogaria e farmácia. Ambos são estabelecimentos de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais. Porém, as farmácias poderão desenvolver atividades mais amplas do que as drogarias.

A farmácia é um estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.

Enquanto a drogaria é um estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais.

Ou seja, a farmácia é o lugar que possui um laboratório para preparação de fórmulas prescritas por profissionais capacitados (como médicos, dentistas, nutricionistas, etc) e que também pode comercializar produtos industrializados, enquanto a drogaria apenas comercializa os industrializados e alguns outros itens, como cosméticos, suplementos de primeiros-socorros e até mesmo itens de conveniência.

Mas, uma drogaria também pode ser intitulada de farmácia, por conter um laboratório em seu interior, porém são casos raros, já que a maioria das drogaria apenas comercializa os medicamentos.