Segurança digital e as ameaças na área da saúde

O que você sabe sobre as ameaças digitais que podem colocar em risco as informações da sua clínica? O uso da tecnologia traz diversos benefícios e vantagens para a rotina de uma clínica médica. Porém, sem os devidos cuidados, tudo pode se perder.

Existem pessoas que têm por objetivo encontrar meios de invadir equipamentos e sistemas para causar danos que vão desde simples transtornos para uma empresa até roubos que podem levar prejuízos financeiros ou falência.

É comum achar que esse tipo de problema só vai acontecer com o outro. Porém, há motivos para que a segurança digital seja um assunto de relevância para você e sua clínica. E é justamente para te informar a respeito e te ajudar a evitar problemas que fizemos este post. Acompanhe!

Crackers ou hackers, quem ameaça a segurança de sua clínica médica?

Quando o assunto é segurança digital, um bom começo é entender quem são os responsáveis e quais são as ameaças que eles desenvolvem para tirar proveito do seu negócio. A ideia é que, ao conhecer melhor o problema, você passa a ter cada vez mais facilidade para entender a importância de se proteger.

Por isso, vale saber que, ao contrário do que é comumente dito por aí, hacker não é o termo certo para se referir aos cibercriminosos. Em um aspecto geral, os hackers são capazes de usar seu amplo conhecimento em informática de forma positiva e podem, até mesmo, atuar protegendo instituições.

Por outro lado, os crackers são aqueles que, também com amplo conhecimento em informática, agem de forma ilegal e desonesta visando ganho financeiro. São, portanto, os responsáveis pelo desenvolvimento das ameaças digitais a que sua clínica está sujeita.

Mas, afinal, que ameaças são essas?

É comum que essas ameaças sejam chamadas de “vírus”, um nome popular dado aos malwares (ou programas maliciosos) que são especialmente desenvolvidos para invadir equipamentos, sistemas e redes e gerar diferentes tipos de problemas.

Existem malwares que tem por objetivo causar a lentidão do sistema e que, normalmente, são detectados e extraídos por antivírus comuns. Mas existem, também, malwares bem mais perigosos, capazes de apagar ou roubar dados vitais e exigir o pagamento de um resgate.

E, para piorar ainda mais a situação criada por essa ameaça, há casos em que nem mesmo o pagamento (que deve ser feito em moeda virtual, como o BitCoin) garante que os dados sejam devolvidos! Esse tipo de malware recebe o nome de ransomware que não só já foi identificado no Brasil, como já atacou instituições médicas do país.

O caso foi registrado em junho de 2017, quando a Santa Casa de Barretos e as unidades do Hospital do Câncer em Jales, Barretos e Porto Velho foram infectadas e afetadas. Juntas, elas atendem diariamente a mais de 6 mil pacientes e os dados de todos eles foram colocados em risco.

Como dito anteriormente, crackers agem por dinheiro. Porém, o “simples” objetivo de causar problemas graves sem receber nada em troca também é uma motivação comum para esses criminosos.

Isso significa que nada garante que o pagamento do resgate seja capaz de impedir a divulgação dos dados sigilosos de seus pacientes, por exemplo. Já imaginou os transtornos e as consequências de uma situação como esta?

É possível se proteger? A resposta é sim!

É fato que um antivírus comum nem sempre é proteção suficiente para impedir um ataque mais agressivo, como o relatado acima. Para continuar usando a tecnologia com tranquilidade e sempre a favor de sua clínica, é preciso conhecer outras medidas de segurança digital. Por exemplo:

  • Contratação de um antivírus corporativo – uma solução especialmente desenvolvida para lidar com o volume de trocas realizadas por meio das redes em ambiente empresarial;
  • Uso de programas originais – tendo em mente que programas piratas (ou falsos) podem já conter malwares ou serem mais suscetíveis à falhas de segurança;
  • Atualização frequente desses programas e dos sistemas – para garantir que novas camadas de proteção sejam adicionadas;
  • Instalação e configuração correta de equipamentos e sistemas – para evitar erros que facilitem a ação dos crackers e de seus malwares;
  • Realização diária de backup – visando garantir que os dados da clínica estejam sempre a salvo e possam ser recuperados em caso de invasão do sistema ou rede.

Porque essas medidas de segurança são tão importantes?

Crackers trabalham desenvolvendo malwares maliciosos que sejam capazes de detectar e se aproveitar de falhas de segurança em programas, sistemas ou redes, por exemplo.

Isso significa que, uma vez conectados à internet (e uns aos outros) os equipamentos utilizados em sua clínica estão sujeitos à ameaças inteligentes. Seguir todas as medidas de segurança digital apresentadas é importante para criar camadas de proteção e tornar o acesso aos dados da clínica cada vez mais difícil.

Uma maneira de tornar mais simples a tarefa de proteger sua clínica e seus pacientes é adotar um sistema de gestão na nuvem. Isso porque, além de contar com funcionalidades pensadas para otimizar a rotina de trabalho, essa ferramenta é desenvolvida para garantir mais segurança a todos os envolvidos — clínica, colaboradores e pacientes.

Atualizações são lançadas com frequência visando, dentre outras conquistas, aumentar a segurança e corrigir possíveis falhas, garantindo a proteção constante dos dados armazenados. Além disso, o backup é feito em tempo real, permitindo o acesso e recuperação de qualquer informação.

Como consequência, a clínica fica mais protegida contra ameaças e operando em melhores condições de garantir aos seus pacientes sigilo total. Assim, não há perdas de dinheiro e nem de prestígio.

E se você ainda está em dúvida se atentar para questões relativas à segurança digital é realmente necessário ficar um importante lembrete: empresas são os alvos preferidos dos cibercriminosos. E isso acontece porque são elas que tornam as ameaças mais rentáveis e interessantes (para os crackers, claro!).

Os crackers não têm nada a perder, mas você e sua clínica sim. Fale com um de nossos especialistas e saiba mais sobre como um sistema de gestão pode garantir a segurança de sua clínica!

avatar

admin

Deixe o seu comentário